Pesquisar este blog

Tradutor

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Atribuições do Diretor Geral e de Ensino no CFC - Centro de Formação de Condutores

ATRIBUIÇÕES DIRETOR GERAL E DE ENSINO



 II - O Diretor Geral é o responsável pela administração e o correto funcionamento da
Instituição, competindo-lhe, além de outras atribuições determinadas pelo Órgão Máximo
Executivo de Trânsito da União:
a) estabelecer e manter as relações oficiais com os órgãos ou entidades do Sistema
Nacional de Trânsito;
b) administrar a instituição de acordo com as normas estabelecidas pelo órgão ou
entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal;
c) decidir, em primeira instância, sobre os recursos interpostos ou reclamações feitas por
candidato ou condutor contra qualquer ato julgado prejudicial, praticado nas atividades escolares;
d) dedicar-se à permanente melhoria do ensino, visando à conscientização das pessoas
que atuam no complexo do trânsito;
e) praticar todos os atos administrativos necessários à consecução das atividades que lhe
são próprias e possam contribuir para a melhoria do funcionamento da instituição;
f) assinar, em conjunto com o Diretor de Ensino, os certificados de conclusão de cursos
de formação, atualização e reciclagem, com a identificação da assinatura;
g) aplicar as penalidades administrativas ao pessoal que lhe é subordinado, nos termos
desta Resolução;
h) manter, em local visível, tabela de preços dos serviços oferecidos;
i) comunicar, por escrito, ao órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do
Distrito Federal ausências e impedimentos, por motivo de força maior, podendo ser autorizada a sua
substituição pelo Diretor de Ensino, por um prazo de até 30 (trinta) dias;
16
j) ministrar aulas, em casos excepcionais, quando da substituição de instrutores, mediante
autorização do órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal;
k) comunicar, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, ao órgão ou entidade executivo de
trânsito do Estado ou do Distrito Federal o desligamento de qualquer um de seus instrutores ou
diretores;
l) freqüentar cursos de aperfeiçoamento ou de atualização determinados pelo órgão ou
entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal.
III - O Diretor de Ensino é o responsável pelas atividades escolares da instituição,
competindo-lhe, dentre outras atribuições determinadas pelo órgão ou entidade executivo de trânsito
do Estado ou do Distrito Federal:
a) orientar os instrutores no emprego de métodos, técnicas e procedimentos didáticopedagógicos,
dedicando-se à permanente melhoria do ensino;
b) disponibilizar informações dos cursos e dos respectivos corpos docente e discente nos
sistemas informatizados do órgão ou entidade executivos do Estado ou do Distrito Federal;
c) manter e arquivar documentos pertinentes aos corpos docente e discente por 05 (cinco)
anos;
d) organizar o quadro de trabalho a ser cumprido pelos Instrutores;
e) acompanhar, controlar e avaliar as atividades dos instrutores a fim de assegurar a
eficiência do ensino;
f) representar o Diretor Geral junto ao órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado
ou do Distrito Federal, quando este se encontrar impedido por quaisquer motivos, desde que
previamente comunicado a estes órgãos;
g) ministrar aulas teóricas, em casos excepcionais, quando da substituição de instrutores,
mediante autorização do órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal;
h) freqüentar cursos de aperfeiçoamento ou de atualização determinados pelo órgão ou
entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal.

Sucesso Sempre!!!

9 comentários:

  1. Quem dera se realmente fossem estas as atribuições deste dois profissionais. Eles não representam nada no Centro de Formação de Condutores, porque o uso do cachimbo deixou a boca de todos os proprietário torta.
    Quem sabe um dia os proprietários, vão enxergar a necessidade de profissionais que realmente desempenhem estas funções.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo!!!! Os diretores quase não tem operação na auto escola. Quem dera!!

      Excluir
  2. estes dois cargos criados pela lei do contran nao representam nada para os CFC serviu somente para dar prejuizos aos pobres dos proprietarios e aumentar as despesas da empresa.eles sao formados em profissao totalmente diferente das necessidades dos CFC.

    ResponderExcluir
  3. Leis são feitas para cumprir, não para questionar, se não aceita as condições procura um órgão competente para se defender, só assim será resolvidas as questões.

    ResponderExcluir
  4. A categoria só terá força quando estiver unida e se impor. Os CFCs não podem mais funcionar sem estes profissionais, é lei e esta estampada lá na resolução 358 de 13 de agosto de 2010, então é importante o corporativismo da categoria, a união, a proteção mútua e só com esta força conseguirão verdadeiramente ocupar este espaço. Nunca assinar documentos elaborados pelo patrão e ou outros pois a responsabilidade sobre o CFC é toda do Diretor e as punições recairão todas sobre ele. O Diretor por sua vez tem que aprender a fazer. Quem tem o saber, tem o poder.

    ResponderExcluir
  5. O grande problema é que a empresa não paga o salário devido para esses profissionais, é só pagar um salário dígno que eles fazem o trabalho que lhe é devido, e não apenas assinaram documentos, que também é um risco para esses profissionais. A situação é séria, pois os empresários também não possuem recursos suficientes para bancar esses profissionais, autoescola infelizmente é um sistema falido, os custos são muito alto, e o DETRAN só exige não faz nada para ajudar... Sem contar a concorrência desleal de muitos picaretas no ramo.

    ResponderExcluir
  6. esses profissionais são mais do que necessários no CFC, desde que cumpram e exerção a função de acordo com a lei e as necessidades do CFC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bonitas palavras sobre o diretor geral e o diretor de ensino, mas na verdade o proprietário dos CFC faz como ele acha que tem ser feito. E o Detran inventa BABOSEIRAS por o Índice de aprovação de alunos continua pior. Colocaram simulador, filmagens nos veículos para arrecadando mais , mas essa pergunta é para quem a arrecadação. E o salário digno para os instrutores de transito, que estão exposto a qualquer risco de trabalho não se escuta falar sobre esse assunto.

      Excluir

Continue nos visitando