Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Diferenças entre Empreendedores e Gerentes...


Segundo Filion (1994), os atributos de gerentes e empreendedores diferem consideravelmente. O know-how também é diferente, uma vez que no gerente ele é voltado para a organização de recursos, enquanto o do empreendedor se direciona para a definição de contextos. É evidente que a educação formal será influenciada pela percepção das diferenças entre empreendedores e gerentes. Não é por outro motivo que os cursos de Empreendedorismo, em todo o mundo, adotam metodologias de ensino não tradicionais, diferentes daquelas das escolas de Administração e baseadas, principalmente, nos processos de aprendizado e comportamento assumidos pelos empreendedores na vida real.

Análise comparativa entre gerente (G) e empreendedor (E):

G – Tenta otimizar recursos para atingir metas.
E – Estabelece uma visão e objetivos, depois localiza recursos.

G – Opera dentro de uma estrutura existente.
E – Define tarefas e papéis que criam uma estrutura de organização.

G – Busca aquisição de conhecimentos gerenciais e técnicos.
E – Apóia-se na auto-imagem geradora de visão, inovação. Busca adquirir know-how e know-who.

G – A chave é se adaptar a mudanças.
E – A chave é iniciar mudanças.

G – Seu padrão de trabalho implica análise racional.
E – Seu padrão de trabalho implica imaginação e criatividade.

G – Trabalho centrado em processos que se apóiam no meio em que ele se desenvolve.
E – Trabalho centrado no planejamento de processos que resultam de uma visão diferenciada do meio.

G – Apoiado na cultura da afiliação.
E – Apoiado na cultura da liderança.

G – Centrado no trabalho em grupo e na comunicação grupal.
E – Centrado na evolução individual.

G – Desenvolvimento dos dois lados do cérebro, com ênfase no lado esquerdo.
E – Desenvolvimento dos dois lados do cérebro, com ênfase no lado direito.

G – Desenvolve padrões para a busca de regras gerais e abstratas. O gerente está em busca de princípios que possam transformar-se em comportamentos empresariais de eficácia.
E – Lida com situações concretas e específicas. Uma oportunidade é única, é um caso diferente de outros e deve ser tratada de forma diferenciada.

G – Baseia-se no desenvolvimento do conceito de si, com ênfase na adaptabilidade.
E – Baseia-se no desenvolvimento do conceito de si, com ênfase na perseverança.

G – Voltado para aquisição de know-how em gerenciamento de recursos e da área da própria especialização.
E – Voltado para aquisição de know-how em definir contextos que levem à ocupação do mercado.

“ ... o empreendedor proprietário de uma empresa nascente, com poucos recursos, tem, necessariamente, que ser também um bom gerente”.

Fonte: O Segredo de Luíza, 1999.
 

SUCESSO SEMPRE!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue nos visitando