Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Armadilhas do Governo...


De acordo com o artigo anterior, “Endividamento do brasileiro é recorde”, de Márcia de Chiara, podemos perceber que todo esse processo de endividamento foi gerado pelo crescimento do PIB de 2010 (7,5%) devido à explosão de consumo fomentados por juros baixos e prazos maiores.

Esse crescimento desencadeou um processo inflacionário que preocupou o Governo, fazendo com que no fim de 2010 o Banco Central adotasse a política de aperto no crédito com a elevação dos juros e redução dos prazos de financiamentos. Segundo Altamiro Carvalho, assessor econômico do Fecomércio-SP, essas medidas tiveram grande influências sobre o aumento da dívida das famílias e  que apontam para uma desaceleração forte do consumo a partir de março de 2012.

Essa perspectiva poderá ser revertida com o anúncio da redução da taxa Selic na próxima reunião do COPOM (Conselho de Política Monetária)  nos dias 29/30 de novembro de 2011 e mediante as declarações da Presidente Dilma Rousself nesta semana, afirmando que o país irá encarar a crise mundial como oportunidade de crescimento através do consumo, incentivado pelas facilidades do crédito a juros menores.

A pergunta que eu faço é: estamos em um ciclo vicioso sem fim?

Até quando o Governo vai promover o desenvolvimento e crescimento do país à custa do endividamento das famílias?

Até quando o Governo vai tratar a Educação Financeira como paliativa e não preventiva?

Pela dificuldade em achar as respostas para essas perguntas, devemos desde já, promover uma busca incessante por informações, por orientações de profissionais, por recursos de controles e planejamentos financeiros a fim de não sermos vitimados pelas Armadilhas do Governo...

Texto: Emerson Santana.
* Especialista em Gestão Financeira pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company


Sucesso Sempre!!!


Resolvi utilizar esse vídeo como forma de enriquecer o artigo acima, vale a pena...


"Quando o placar é favorável, esquecemos que o goleiro falhou, que o lateral jogou uma porcaria, que o futebol apresentado foi horrível - porque fazemos isso também com a Economia? ...e continuamos nesse Ciclo Vicioso...até hoje". Veja que essa entrevista é de 2009.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue nos visitando