Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Glossário das Finanças Pessoais

Ações – São papéis emitidos por empresas públicas ou privadas que representam pequenas partes de seu capital. Quem compra ações se torna sócio da empresa, que então é obrigada a prestar contas periodicamente a seus acionistas. As ações têm seu valor definido livremente pelo mercado, pois são negociadas diariamente nas bolsas de valores. Por isso, as oscilações no valor do papel podem ocorrer de maneira brusca. É comum uma empresa perder 10% de seu valor, por exemplo, após o anúncio de um resultado financeiro ruim ou de algum problema de gestão. Da mesma maneira, as ações da mesma companhia podem subir rapidamente se o mercado for informado de uma boa notícia que afete positivamente os seus negócios. É um tipo de investimento indicado para pessoas com alguma experiência e conhecimento do mercado financeiro, pois é de alto risco. Para o longo prazo, porém, é considerado a melhor opção pela maioria dos analistas.

Bolsa de Valores – No Brasil, a principal é a BM&FBovespa, de São Paulo. Nela são negociadas ações de empresas e montadas as chamadas operações futuras – nas quais os investidores fazem apostas sobre a variação na cotação de determinados ativos. A BM&FBovespa também abriga o mercado de commodities e de metais brasileiro – preços de mercadorias como o milho, a soja e o ouro são definidas nos seus pregões. Apenas corretoras credenciadas estão aptas a negociar na bolsa. Portanto, para comprar ações é preciso entrar em contato com alguma delas.

Renda fixa – São todos os investimentos que pagam uma remuneração pré-estipulada. Os fundos de renda fixa oferecidos pelos bancos, por exemplo, compram títulos do governo federal e repassam aos investidores parte dos juros que eles rendem – a instituição fica com a chamada taxa de administração dos fundos. Também são considerados de renda fixa papéis como CDBs (títulos emitidos pelos bancos), a caderneta de poupança e as letras do tesouro nacional (veja o item Tesouro Direto), entre outros. São investimentos considerados seguros e devem constar da carteira de investimentos de todos os poupadores, segundo os especialistas.

Renda variável – Assim são chamados os investimentos que oferecem uma remuneração livre, determinada pelo mercado financeiro. As ações de empresa são o principal exemplo. O investidor compra um papel num determinado dia e não tem como prever qual será a variação da cotação daí em diante. Ele pode tanto perder quanto ganhar dinheiro. Investimentos em imóveis também são considerados de renda variável, pois não é possível garantir por quanto ou mesmo se os bens serão alugados no futuro. A renda variável é recomendada para investidores mais experientes. É considerada, porém, fundamental para a montagem de uma carteira de longo prazo.

Previdência privada – Trata-se de uma forma de complemento à previdência oficial. A grande vantagem é a possibilidade de se investir até 12% ao ano do total que seria pago em imposto de renda pela pessoa física. O imposto será pago apenas no momento em que o investidor começar a se beneficiar com retiradas, no momento de sua aposentadoria. Isso significa que um dinheiro que seria destinado ao governo ficou rendendo durante anos em nome do titular do plano de previdência privada. Os planos mais comuns são chamados de PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). É preciso pesquisar muito para se certificar da solidez da instituição financeira que oferece o plano, as taxas cobradas e o perfil de investimento de cada fundo. Os planos podem ser comprados em bancos.

Tesouro Direto – Criado há dez anos pelo governo federal, o Tesouro Direto permite que os cidadãos comprem diretamente títulos públicos sem precisar da intermediação de bancos ou corretoras. É considerado uma ótima opção para investidores mais conservadores. Tem de ser comprado por meio de corretoras de valores, sendo que diversas delas não cobram para fazer a transação.

Fonte: iG São Paulo 02/12/12

Sucesso Sempre!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue nos visitando