Pesquisar este blog

Tradutor

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Os Três Porquinhos...


A Educação Financeira é como um investimento. É correto pensar que essa educação deveria ser promovida através de ações conjuntas entre o Governo, a Iniciativa Privada, as Escolas e as Famílias, porque pouco ainda se vê de investimentos por parte dessas células da sociedade. Mas, isso não nos impede de iniciarmos esse processo no núcleo familiar o quanto antes.

A relação com dinheiro sempre cria novos caminhos, nos oferece oportunidades; e as atitudes das crianças com o dinheiro são moldadas desde cedo, logo nos sete primeiros anos de vida. Sendo assim, desenvolvendo ações saudáveis de forma lúdica, através de jogos, brincadeiras, a lição aprendida pela criança se tornará um hábito muito difícil de ser mudado.

Uma ferramenta antiga e muito eficiente ainda continua sendo a utilização de cofrinhos, na simbologia do “porquinho”.

Mas atenção!!!

Uma nova concepção está sendo trabalhada através da figura dos “Três Porquinhos” elaborando e montando juntamente com a criança para que ela compreenda e faça parte dessa brincadeira.

Os “Três Porquinhos” tem por objetivo trabalhar os conceitos de “Poupar”, “Gastar” e “Desejo de Comprar”, estimulando a criança a lidar com relação aos valores, a fazer a suas próprias escolhas e a se sentir mais importante, sendo valorizada no núcleo familiar.

Cofre 1 – Esse cofrinho é para Poupar!!! Esse cofre deverá ser o maior até como forma de induzir a criança ao conceito de quantidade, volume.

Cofre 2 – Esse cofrinho é para Gastar!!! Esse cofre deverá conter os valores que a criança terá disponível para gastar nos passeios, em finais de semana com sorvetes, balas, salgados, etc. ;estimulando o conceito de valores para suprir as suas necessidades

Cofre 3 – Esse cofrinho é para os Presentes e Brinquedos que quero comprar!!! Esse cofre, a criança irá escrever e depositar os seus desejos, posteriormente, com o auxílio dos pais, pesquisar valores, definir metas de tempo e o quanto será necessário poupar para conquistá-los.

Essa mistura de observação, explicação e repetição são ótimas para fixar os bons hábitos.

Pequenas alternativas como esta ensina as crianças a darem valor e lidar de maneira inteligente com dinheiro, introduzindo conceitos de trabalho, investimentos e responsabilidades.

Educação Financeira é um investimento diário que deve ser feito com fundamento e visando o longo prazo. Investir nos filhos ainda pode ser considerado a melhor e mais viável forma de investimento.

Sucesso Sempre!!!

Texto: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue nos visitando