Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Mudanças na Poupança - Opinião!!!

Semana passada foi anunciada mais uma mudança na Política Monetária com a alteração das regras da caderneta de poupança.

Segundo informações publicadas nos jornais de maior circulação do país, existem 100 milhões de poupadores no país atraídos pela segurança do investimento (conservador) e isenção do imposto de renda. Em contrapartida o governo utiliza esse dinheiro como uma das principais fontes de  recursos para o financiamento da compra de imóveis.

Pois bem, que segurança é essa que a qualquer momento o governo vem a público e altera as regras do jogo? E o pior, com o jogo em andamento? Ouvi muitas explicações por parte da equipe econômica, entrevistas fabricadas com justificativas para tais mudanças, a meu ver, arbitrárias, sem a participação da população. Assim deveria ser, mas a passividade da população brasileira é que tem me deixado ainda mais indignado.

De acordo com especialistas e oposição, haveria sim outros recursos como forma de promover o crescimento da economia baixando a taxa Selic sem onerar a população dessa maneira, promovendo uma reforma tributária e desonerando os impostos até mesmo sobre os investimentos.

Por que então mexer na Poupança? Pois, ao se tornar um investimento mais rentável que os Fundos de Renda Fixa, os investidores poderiam migrar esses investimentos ocasionando uma instabilidade na principal fonte de financiamento das dívidas do Governo.

Sendo assim, promovendo a baixa da taxa Selic (conforme regras publicada no artigo anterior) com o propósito de continuidade do crescimento do país, com um aumento do emprego e renda, a população terá ganhos e benefícios ainda maiores comparado a essa perda nos rendimentos da poupança. 

Mas atenção!!!

Essa regra não é tão simples assim, pois, com o aumento da produtividade e crescimento do consumo, um vilão muito conhecido poderá despertar - " A Inflação". E por diversas vezes, alguns recursos como restrição ao crédito foram praticados, restando a poupança como garantia para a retomada desse consumo futuro. 

A verdade é uma só: o governo vem utilizando medidas paliativas para tratar as intempéries da economia e dessa vez deixará de remunerar  os poupadores em cifras $ absurdas.

Vamos a uma simples simulação:
  • 100 milhões de poupadores
  • Poupança antiga - rendimento aproximado de 0,523% ao mês
  • Poupança atual - rendimento aproximado de 0,482% ao mês
  • Ao fim de um ano (12 meses), poupando R$ 1.000,00 a diferença será de R$ 5,06
  • Veja na tabela:
DESCRIÇÃO
POUPANÇA ANTERIOR
POUPANÇA ATUAL
%
0,523
0,482
R$
1.000,00
1.000,00
RENDIMENTOS 01 ANO
64,59
59,52
DIFERENÇA

- 5,06
Fonte: Jornal Nacional 03/05/2012

A se pensar em 100 milhões de poupadores aplicando apenas R$ 1.000,00 (mil Reais), em um ano o governo deixará de reembolsar os investidores uma cifra equivalente a R$ 506.000.000,00  (quinhentos e seis milhões de Reais). É notório que esses números são ainda maiores conforme matéria publicada pela Agência Brasil por Kelly Oliveira, onde informa que o saldo entre captação e retirada neste mês de abril chegou a R$ 2,345 bilhões.

Até quando seremos passivos a esse ponto?

Sucesso Sempre!!!

Texto: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company

2 comentários:

  1. Excelente artigo Emerson!
    Temos mesmo que ficar mais espertos em relação as estas alterações.
    Vou repassar a matéria.
    Abraços,
    Flávio Márcio
    Auto Clique
    www.autoclique.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Flávio, obrigado pelo apoio e vamos continuar lutando. Tive um retorno muito positivo com relação a esta matéria, então, vamos divulgar, incomodar e tentar promover a reflexão das pessoas, não dá mais para somente ouvir o que eles querem repassar.
      "...até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo, quem tirou nossa coragem?..." - Barão Vermelho.
      Abçs

      Excluir

Continue nos visitando