Pesquisar este blog

Tradutor

sábado, 27 de abril de 2013

Rh mais atento à saúde financeira

A Educação Financeira a cada dia ganha mais espaço e destaque entre os especialistas da administração, economia, medicina e RH das empresas.

Isto, porque estão percebendo que os problemas financeiros têm produzido efeitos prejudiciais no convívio social, na vida familiar e no trabalho.

É necessário que se faça investimentos no conhecimento para promover a mudança de comportamento e  maneira com que as pessoas lidam e encaram o dinheiro, não somente oferecendo-lhes ferramentas de controles, como programas gerenciais e planilhas.

Um estudo divulgado, conduzido pela universidade americana Boston College em parceria com a seguradora MetLife, comparou o desempenho de profissionais endividados e não endividados. Segundo a pesquisa, que foi realizada em 9 países, 58% dos trabalhadores alegam problemas financeiros para justificar as faltas no trabalho. (Você S/A)

Outro levantamento conduzido em 2011 pela MetLife no Brasil ouviu 500 empregados e 250 empregadores e mostrou que 65% dos trabalhadores estão preocupados em "ter dinheiro para pagar as despesas do mês". A pesquisa revelou que empregados endividados faltam mais ao trabalho, demandam mais licenças médicas, têm pior desempenho e, portanto, têm a progressão na carreira prejudicada. (Você S/A)

O desequilíbrio financeiro pode arruinar o desempenho profissional.

Essa pesquisa, revela um indicador importante sobre comportamento; o trabalhador preocupado em quitar dívidas somente, não usufrui do maior benefício que o planejamento financeiro pode oferecer, que é lidar com informações, projetar a quitação das dívidas de uma forma mais saudável, assim como promover investimentos em lazer, educação e requalificação profissional. 


Empresas como o Itaú-Unibanco, adotaram programas de educação financeira a partir de 2004, voltado para os correntistas. O assunto ganhou força e foi direcionado aos funcionários a partir de 2011, conforme Denis Hills, superintendente de sustentabilidade do Banco.

Vale ressaltar que não basta apenas ensinar o indivíduo a parar de gastar, programas e ações voltados para os investimentos, se fazem necessários, pois, é necessário saber lidar e o que fazer com o excedente.


A HP, empresa de soluções de tecnologia, tirou do papel, há três anos, um programa de bem- estar financeiro e há um ano e meio o tema vem ganhando força - as palestras e workshops mensais já foram frequentados por 15% dos 8.500 empregados. Uma estrutura com profissionais especializados em economia e ciências contábeis foi montada para orientar os funcionários. Na média, são 250 atendimentos ao mês. "o intuito é mostrar ao pessoal como é possível se prevenir para o futuro", diz Antonio Salvador, vice-presidente de RH da empresa HP. (Você S/A)

Ainda que seja difícil correlacionar o programa com a melhoria no desempenho, foi notado em pesquisa de clima anual que a satisfação com os salários e com as compensações oferecidas cresceu 15 pontos.

Pessoas mais focadas no trabalho, satisfeitas e conscientes de seus limites salariais, apresentam maior produtividade e investem no crescimento profissional e pessoal.


Uma boa saúde financeira à todos...


Texto adaptado por Emerson Santana

*Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company


quinta-feira, 25 de abril de 2013

CNH Popular - mais acessível?




Carteira Nacional de Habilitação pode ficar mais acessível.
Está pronto para ser votado em plenário, na Assembleia Legislativa de Minas, o Projeto de Lei 3.652, proposto em dezembro passado pelo presidente da Casa, Dinis Pinheiro, do PSDB. 

Há um mês, a proposta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça. O objetivo é que o DETRAN deixe de cobrar taxas dos candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com renda familiar de até dois salários mínimos ou estejam matriculados na rede pública com bom rendimento escolar. Seriam beneficiados também presos que já cumpriram a pena. Todos deveriam ter residência em Minas.

Pela proposta, cabe ao poder público elaborar estudos sobre a possibilidade de concessão de incentivos fiscais para que os Centros de Formação de Condutores ofertem, gratuitamente, às pessoas com direito à isenção das taxas do DETRAN, os cursos teóricos e práticos necessários para obterem a CNH.


Dinis Pinheiro afirma que programas semelhantes já existem em outros estados. Ele cita Pernambuco, que em 2007 aprovou a Lei nº 13.369. Avançando ainda mais, o governador Eduardo Campos, do PSB, criou o programa CNH Popular e inaugurou, em julho de 2010, a Escola Pública de Trânsito de Pernambuco, que oferece neste ano 3.600 vagas para candidatos à primeira habilitação, mais 14,4 mil para mudança de categoria da CNH. No ano passado, foram investidos R$ 12 milhões.


Em Minas, informou-se em setembro de 2008 que seria instalada na capital a Escola Pública de Trânsito, mas o assunto ficou esquecido. Em dezembro do ano passado, um promotor de Justiça de Araguari, André Luís Alves de Melo, entrou com Ação Civil Pública, ainda não julgada, propondo que enquanto não for criada essa escola no município, o DETRAN ficaria impedido de exigir número mínimo de aulas práticas de direção para obtenção da CNH. O promotor afirma que o Código de Trânsito Brasileiro prevê em seu artigo 74 a criação de Escolas Públicas de Trânsito, e diz que é elevado o número de pessoas que não conseguem pagar pelo alto custo do curso de habilitação nas autoescolas, e acabam punidas quando flagradas dirigindo sem CNH.

É uma questão que não pode ficar alheia ao governo de Minas. Não se espera que ele crie obstáculos à aprovação da proposta do deputado Dinis Pinheiro. Seria interessante se avançasse ainda mais, criando a Escola Pública de Trânsito. Ou, se não quiser onerar os contribuintes com outro órgão, se concedesse incentivos para cursos gratuitos nas autoescolas.
Postado em 15/04/2013
Fonte = Hoje em Dia (site SIPROCFC MG)

Veja também:

Projeto de Lei - 2592/2011 em Minas Gerais

CNH Popular no Ceará


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Um convite à você, curta a nossa página no facebook...

Caros leitores, amigos e clientes;

curta a nossa página no facebook, deixe o seu recado e quanto mais você compartilhar com os seus amigos, mais chances você terá de ganhar brindes e materiais que a Exata Soluções Consultoria irá oferecer em breve.

Para isso, basta curtir, compartilhar e nos acompanhar...






segunda-feira, 15 de abril de 2013

Agradecimento aos participantes do Curso Diretor Geral Centec Abril/2013...


A Exata Soluções Consultoria e Centec;


vem por meio deste, agradecer a participação, o envolvimento e a confiança depositada em nossos serviços. 

Desejamos que a busca pelo conhecimento seja infinita e nos sentimos realizados por termos colaborado com uma pequena parcela nesta caminhada de todos vocês.

Esperamos revê-los em breve em novos cursos que serão oferecidos e obrigado por terem feito desse encontro, mais um evento de  Sucesso!!!


Sucesso Sempre!!!
















































A satisfação em lecionar está nos desafios e felicidade de vivenciar um aprendizado diferente a cada dia. 

Obrigado por terem me proporcionado mais um momento único de respeito, carinho, aprendizado e tantos outros sentimentos em minha vida.

A essa turma que também foi muito especial, a minha eterna gratidão.

Emerson Santana


quarta-feira, 3 de abril de 2013

I Workshop Setes - um evento de Sucesso!!!

Aconteceu nos dias 14 e 15 de março de 2013 o I Workshop Setes para Autoescolas, realizado pela Setes Consultoria e Treinamento.



O evento contou com a participação de aproximadamente 150 empresários, diretores e gestores de Centros de Formação de Condutores. Estavam presentes representantes de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Bahia.


Com palestras e momentos práticos onde os empresários mantiveram contato direto com os palestrantes e expositores, o Workshop possibilitou uma excelente ferramenta: o NETWORK.

A diretoria da Setes Consultoria já confirmou a realização do próximo evento em 2014. Faltando definir somente a cidade onde será realizado.

Veja aqui o álbum de fotos do evento

Veja aqui os depoimentos sobre o evento.


Abertura do evento: Roberta Torres





Palestrante Gustavo Becker















Um momento de descontração...


























Palestrante Emerson Santana

















A gestão financeira do CFC colocada em prática...

Terceirizar ou não terceirizar; uma análise dos números...




























































Palestrante Thalita Alves




























Palestrantes:







Ronaro Ferreira












Alberto Rafael












Rosely Fantoni












Maurício Pontello












Roberta Torres








Um momento para o Coffee Break...























































Um ambiente de negócios - Expositores



















































































































































































































Os nossos sinceros agradecimentos a esta equipe do cerimonial que tanto contribuiu com simpatia, elegância, eficiência e competência para a realização deste evento.
Parabéns!!!







Esperamos por vocês em 2014... 


Continue nos visitando