Pesquisar este blog

Tradutor

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Auto Escolas deflagram movimento nacional contra simuladores!!!

Prezados,



Tomo a liberdade de encaminhar o presente email no intuito de levar ao conhecimento de todos nossa luta CONTRA A OBRIGATORIEDADE DO SIMULADOR DE DIREÇÃO. Deixo bem claro que essa luta não é contra o simulador de direção em si ou contra as empresas que o fabricam, mais sim contra o processo como tem sido implementado, de forma obrigatória, essa exigência a todas as autoescolas do Brasil.



Gostaria que todos conhecessem a mobilização à nível nacional que está acontecendo. O movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL conta com o apoio de entidades representativas da classe de vários Estado do país, bem como com o apoio de vários parlamentares federais em Brasília-DF.


O movimento já está bem articulado e forte. A manifestação em Brasília-DF acontecerá no dia 17/12/2013, e ESPERO CONTAR COM A UNIÃO DA CATEGORIA, A PRESENÇA E APOIO DE TODOS.

SEGUE MANIFESTO ABAIXO:

Prezados,

Considerando a Resolução nº. 444/2013 do CONTRAN, e alterações introduzidas nas Resoluções nºs 168/2004 e 358/2010 também do CONTRAN, no qual impõe a obrigatoriedade de carga horária em SIMULADOR DE DIREÇÃO para habilitação de candidatos à categoria "B";

Considerando que a aludida Resolução impôs como data limite o dia 31/12/2013 para implementação dessa nova exigência e que o DENATRAN não sinalizou qualquer prorrogação desse prazo;

Considerando que não há estudos técnicos aptos e suficientes a comprovar a eficiência do SIMULADOR DE DIREÇÃO no ensino aprendizagem dos futuros candidatos, sendo relevante registrar a carga horária que será exigida de 05 (cinco) aulas de 30min, bem como também não há estudos concretos de que tal exigência irá impactar na diminuição do número de acidentes e mortes no trânsito;

Considerando que até o presente momento o DENATRAN somente certificou e homologou 04 (quatro) empresas para comercializarem no país o SIMULADOR DE DIREÇÃO no intuito de atender o número aproximado de 12.000 (doze mil) autoescolas no Brasil;

Considerando o elevado custo do equipamento que gira em torno de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais), o custo médio mensal de manutenção de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), a contratação de profissional instrutor para as aulas no SIMULADOR DE DIREÇÃO, a despesa com eventuais peças de reposição do equipamento, além da infraestrutura física necessária para sua devida instalação e funcionamento;

Considerando que 01 (um) SIMULADOR DE DIREÇÃO atenderá, de acordo com suas limitações, o número aproximado de 40 candidatos/alunos por mês, e que por consequência obrigará muitas autoescolas a promoverem a aquisição de mais de 01 (um) equipamento;

Considerando que muitas autoescolas possuem caráter familiar, não possuindo condições de promover investimento dessa monta, o que certamente obrigaria muitas a fecharem as portas, contribuindo assim para o desemprego no país e no déficit de empresas credenciadas para habilitação de candidatos no país inteiro;


As AUTOESCOLAS do BRASIL, união que nasce nacionalmente à partir da mobilização perpetrada no Estado do Espírito Santo, e que conta com o apoio de inúmeros parlamentares federais, de todos os Estados da Federação, sob a liderança do Deputado Federal MARCELO ALMEIDA (PR), vem comunicar a DEFLAGRAÇÃO de uma manifestação CONTRA A OBRIGATORIEDADE DO SIMULADOR DE DIREÇÃO que acontecerá na Capital Federal, Brasília-DF, no dia 17/12/2013 (terça-feira) às 10h.

A manifestação terá a seguinte pauta:

Às 10h todos que compõe e apoiam o movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL se concentrarão no CONGRESSO NACIONAL para acompanhar e representantes participarem da AUDIÊNCIA PÚBLICA, sob a presidência do Dep. Federal HUGO LEAL (PROS), que acontecerá no Anexo II da Câmara dos Deputados, e que terá como tema o SIMULADOR DE DIREÇÃO.

Em seguida o movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL através de seus representantes promoverá a entrega ao Presidente da Câmara dos Deputados, Dep. Federal HENRIQUE EDUARDO ALVES (RN), do Projeto de DECRETO LEGISLATIVO nº. 1263/2013, de autoria do Dep. Federal MARCELO ALMEIDA (PR), no qual pretende a suspensão dos efeitos da Resolução nº. 444/2013 do CONTRAN que torna obrigatório o SIMULADOR DE DIREÇÃO no Brasil.

Não obstante, o movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL pretende também buscar apoio junto aos líderes e parlamentares na Câmara dos Deputados para a DESAPROVAÇÃO do Projeto de Lei nº. 4.449/2012, de autoria do Dep. Federal MAURO LOPES (MG), que busca tornar obrigatório o uso de simuladores de direção no processo de formação de novos condutores no Brasil.  

Às 16h o movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL irá se concentrar nas intermediações do PALÁCIO DO PLANALTO onde vai solicitar uma audiência com a Presidente DILMA ROUSSEFF para levarmos as considerações contrárias à implementação obrigatória do SIMULADOR DE DIREÇÃO.

O movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL pretende encerrar a manifestação somente quando for recebido no PALÁCIO DO PLANALTO, ressaltando que serão organizadas tantas manifestações quantas forem necessárias para a DERRUBADA da implementação obrigatória do SIMULADOR DE DIREÇÃO no processo de formação de condutores no Brasil.



Favor replicar o presente email para todos que de alguma forma possam vir a ajudar o movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL na luta CONTRA A IMPLEMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA DO SIMULADOR DE DIREÇÃO.

Saúde e paz. 



Gustavo Albani Pereira
Assessor Jurídico do Movimento AUTOESCOLAS ES e do Movimento AUTOESCOLAS DO BRASIL
Inscrição: OAB/ES 13.116
End: Vitória-ES.
Tel: (27) 99983-3491.

Leia mais: Você ainda acredita que o governo está preocupado em reduzir os acidentes e preservar a vida?

Deputado do Paraná, Marcelo Almeida comemora repercussão nacional sobre a denúncia de lobby sobre os simuladores.

Auto Escolas protestam em Brasília contra a implantação dos simuladores

Um comentário:

  1. Estou com vocês! Essa imposição foge da Democracia! Estão querendo o quê com isso? Não tem nada a ver com preocupação com acidentes e nós bem sabemos o que é que importa pra eles... Repudio!

    ResponderExcluir

Continue nos visitando