Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 11 de abril de 2018

IDP - Índice de Desempenho Pessoal


O IDP é um poderoso instrumento de gestão. Através da apuração das informações, este indicador auxilia o gestor na compreensão, avaliação e tomada de decisões em relação à equipe de trabalho. Esta ferramenta pode ser desenvolvida de acordo com a necessidade e pontos críticos de controle por parte do gestor, sejam eles, de comportamento, financeiros ou operacionais. Esta ferramenta contribui inclusive na elaboração de critérios para determinar a política de bonificação das equipes. Estabelecer bonificações sem critérios, pode se tornar um peso financeiro para a empresa e sem os resultados esperados. Com este indicador e a ferramenta certa para o controle, o gestor pode acompanhar a sua equipe mais de perto e em questões pontuais como:
1 Uniformes e apresentação pessoal O acompanhamento da utilização dos uniformes e apresentação pessoal diariamente é um grande desafio para o gestor. Neste acompanhamento pode ser observado itens como calça, camisa, calçado, crachá, cabelos, barba, acessórios, higiene pessoal, dentre outros. Pontuar estes indicadores traz a tranquilidade necessária para gerir e orientar a equipe, afinal, o não cumprimento das regras irá impactar no recebimento das bonificações oferecidas ou até mesmo na imagem de excelência almejada pela empresa.

2 Comportamento da equipe diante dos clientes O atendimento é considerado o ponto chave na captação de bons clientes para empresa, assim como a garantia da manutenção de um bom faturamento. Porém, o acompanhamento da satisfação do cliente durante o tempo em que ele estará convivendo com os colaboradores da empresa se faz necessário, pois esta relação pode apresentar pontos frágeis e resultar em distrato de contratos ou até demandas judiciais.
3 Otimização, limpeza e manutenção preventiva da frota A utilização de uma ferramenta de controle destas informações financeiras e operacionais de cada instrutor e seu instrumento de trabalho, possibilita ao gestor mensurar, acompanhar a equipe e manter o objetivo maior que é a excelência na prestação dos serviços.
4 Departamento Pessoal Outro instrumento de análise e que compõe a formação do IDP está diretamente ligado às informações do Departamento Pessoal; como faltas, assiduidade do funcionário e pontualidade.
Definido os critérios de avaliação e acompanhamento, uma política justa de bonificação pode ser aplicada. Desta forma, o IDP irá demonstrar mensalmente os índices individuais de aproveitamento e comprometimento de cada colaborador. Estes índices podem ser classificados como; insuficiente, razoável, satisfatório e excelente. Diante destas informações, o gestor poderá tomar decisões mais assertivas em prol da empresa.

Att.

Emerson Santana
Texto/Opinião: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue nos visitando