Pesquisar este blog

Tradutor

sábado, 28 de julho de 2018

Planejador Financeiro. Você precisa de um?

Já pensou em ter ajuda de um Planejador Financeiro para a realização dos seus sonhos e objetivos?
1 - Avaliação do Perfil Financeiro
2 - Elaboração do Planejamento, Objetivos e Metas.
3 - Diagnóstico do estado atual e estado desejado. 
4 - Elaboração de cenários e projeções.

Qual o impacto do Planejamento Financeiro para a sua vida?
Eliminar dívidas, Otimizar rendimentos, Conquistar a casa própria, o carro, uma aposentadoria mais tranquila? Mais qualidade de vida?

A Exata Soluções possui uma metodologia eficaz, inúmeros projetos e resultados através do Programa "GF Coaching, Suas finanças, Seu sucesso"


Consulte-nos!

Para maiores informações, clique aqui!

Aumento da Energia Elétrica. O que fazer?


O momento econômico atual do país requer cautela e muita prudência com as finanças pessoais. Redução na previsão de crescimento da economia do país (PIB); taxa de desemprego acima de 13,2% (13,2 milhões de desempregados); greve dos caminhoneiros; aumento do preço dos combustíveis, alimentos, serviços; ressaca sobre a eliminação da seleção na Copa do Mundo e um mundo político de incertezas com as eleições se aproximando.
Mas, o aumento da energia elétrica é fato consumado. De maio a julho, o kwh subiu em MG de R$ 0,75 para R$ 1,014, um aumento de 35,2%; a tarifa de bandeira vermelha de R$ 1,70 para R$ 13,53 no mesmo período, impactando no valor da conta em mais 7,92%. Diante de um consumo particular estável nos últimos 3 meses de 166 kwh, 167 kwh e 170 kwh, tamanho aumento na conta de luz me causou perplexidade.
Assim como eu, milhares de consumidores serão afetados e terão sua capacidade de consumo reduzida.
O que fazer?
1 Reduzir o consumo? Dificilmente, reduzir o consumo mensal de kwh possível, irá impactar numa grande redução da conta, tanto quanto foi o aumento praticado. O mais importante nesse momento é saber identificar qual o padrão de consumo mensal, manter o equilíbrio e utilizar somente o necessário, pois, um aumento indesejado também no consumo de kwh irá impactar em um desembolso financeiro ainda maior.
2 Bandeiras Verde, Amarela e Vermelha Estamos no período de estiagem, reservatórios com índices críticos mais uma vez às vésperas de mais uma crise hídrica. Sendo assim, a bandeira Vermelha deverá reinar nas próximas contas com certeza. A conta apurada de julho no valor de R$ 170,59, sendo acrescido o valor de bandeira vermelha de R$ 13,53, impactou em um aumento de 7,92% além dos 35,2% de acréscimo no valor do kwh.
3 Identificar a perda financeira para os próximos 10 meses Diante deste cenário, aumento do valor do kwh, consumo estável e tarifa de bandeira vermelha pesando no orçamento, identificar a diferença financeira da conta atual para o padrão anterior, se faz necessário. De uma conta anterior de R$ 120,00 para a atual de R$ 184,00, nos traz uma projeção de perda para os próximos 10 meses de R$ R$ 640,00. Este valor, de uma forma ou de outra será pago e se a receita familiar não aumentar, com certeza sairá de outro grupo de despesa, como alimentação, lazer, ensino, saúde, veículos, manutenção casa, entre outros.
Fica a dica!
O orçamento familiar equilibrado se faz com a gestão das informações, análise dos resultados e identificação de perdas financeiras para a realocação de recursos da família.

Att.

Emerson Santana
Texto/Opinião: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company 

sexta-feira, 4 de maio de 2018

A Exata Soluções estará na SEMAD - UNIPTAN 2018!

IX Semana Acadêmica de Administração do UNIPTAN, acontece entre os dias 04 e 06 de junho, com o tema "O futuro está aqui".

A Semana contará com minicursos e palestras. Inscrições podem ser feitas a partir do dia 01 de maio.

A IX SEMAD, Semana Acadêmica de Administração do UNIPTAN acontece entre os dias 04 e 06 de junho, no UNIPTAN.  A Semana Acadêmica é fruto de uma parceria entre o UNIPTAN e o SEBRAE.

O evento busca oferecer aos alunos experiências que complementem a formação dada em sala de aula, além de apresentar novas áreas a serem descobertas, novas oportunidades de negócio e de carreira que estão surgindo, novos conceitos e ideias.
A interação entre estudantes, empresas e comunidade é também um dos focos da Semana Acadêmica, ao oferecer conhecimento em diferentes áreas de atuação, possibilidade de capacitação e o intercambio de informações entre eles. 

Serão 3 dias de atividades que vão de palestras a Minicursos.

As atividades vão acontecer no anfiteatro do UNIPTAN e nas salas de aula do curso de Administração.

As inscrições para a SEMAD poderão ser feitas na coordenação do curso de Administração no período de 01 a 18 de maio.

Inscrições para a comunidade externa: 18 a 30 de maio para os minicursos somente.

Inscrições para alunos do UNIPTAN: 02 a 18 de maio.

Confira a Programação:

Segunda-feira 04/06: 

19 hs- Palestra- "Crise para uns, solução para outros" - Ederson Varejo- Anfiteatro UNIPTAN

20:30hs- Coffe Break

21:00hs- Minicursos.

Minicurso: Relação Custo x Volume x Lucro - Professor Antero Eugenio do Vale - IF Sudeste

Minicurso: A saúde mental e o desempenho do individuo na organização - Livia Alves Luz

Minicurso: Finanças Pessoais- Aprenda a cuidar da sua saúde financeira - Emerson Santana

Minicurso:  PNL aplicada a Liderança - Leanddro Rocha

Minicurso: Como utilizar as redes sociais de forma estratégica nos negócios Paula  Bento Vasconcelos  (SEBRAE)

Terça-feira 05/06:

19 hs- Minicursos

Minicurso: Excel - Professora Simone Melo - UNIPTAN (Laboratorio de informatica)

Minicurso: Finanças Pessoais- Aprenda a cuidar da sua saúde financeira - Emerson Santana (continuação)

Minicurso: Micro Empreendedor Individual - Dr. Adilson Oliveira Silva

Minicurso: Planejamento Tributário - Professores Pablo Martins e Erika Loureiro - UFSJ

Minicurso: Recrutamento e seleção - Nara Baeta- AMG

Minicurso: Imposto de Renda - Professora Raianna Alencar - UNIPTAN

Minicurso: Gestão de Marcas - João Gilmar - Empresário

Minicurso: Como construir empresas nas redes sociais - Luan Bonadie - Empresário

Minicurso: HP12C - Professor Helvécio Reis

20:30hs- Coffe Break

Quarta-feira 06/06:

Abertura: Apresentação Musical (Alunos do Curso de Adm)

Palestra de Encerramento: Mulher Empreendedora - Parceria com o Sebrae- Anfiteatro UNIPTAN

21:00hs- Coffe Break Encerramento

EMENTA DO MINI CURSO - FINANÇAS PESSOAIS

"Aprenda a cuidar da sua saúde financeira"

1.    EMENTA:
O Planejamento Financeiro aborda a programação do orçamento pessoal e familiar, a racionalização dos gastos, assim como a otimização de seus investimentos. Este planejamento fornece subsídios para que o indivíduo ou a família através de uma orientação e formas de controles do Orçamento Doméstico e Familiar consiga administrar os recursos financeiros.

2.    JUSTIFICATIVA:
Este treinamento é para quem deseja buscar o conhecimento sobre a Educação Financeira; para quem deseja se organizar; para quem deseja saber mais sobre investimentos; para quem deseja o sucesso pessoal e profissional; para quem deseja ter o equilíbrio financeiro, emocional e obter uma crescente qualidade de vida! As Informações, técnicas, ferramentas de controle e dicas financeiras irão proporcionar o conhecimento inicial necessário ao indivíduo e família na busca do equilíbrio emocional e financeiro para administrar os seus recursos financeiros.

3.    OBJETIVO:
3.1    – Proporcionar de forma simples e objetiva, recomendações, regras e técnicas para a recuperação financeira e a administração dos recursos de forma racional tanto nos períodos de turbulência como nos períodos de tranqüilidade econômica.
3.2    – Através do treinamento e capacitação, o objetivo é demonstrar e conscientizar a importância sobre a Educação Financeira no processo 

de aprendizagem pessoal e familiar fundamentado no treinamento dos conceitos financeiros.

4.    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

4.1    – EDUCAÇÃO FINANCEIRA
4.1.1    – Por que devemos falar sobre Educação Financeira.
4.1.2    – Fases da vida financeira.
4.1.3    – Planejamento e sua importância.
4.1.4    – Pirâmide financeira. 
4.1.5    – Qual o caminho você quer seguir?
4.1.6    – Passos para organizar as finanças.
4.1.7    – Técnicas de como otimizar as despesas.

4.2    – APRENDENDO A FAZER
4.2.1    – Relatório da avaliação do perfil financeiro (APF).
4.2.2    – Relatório da elaboração do planejamento pessoal (RPP).
4.2.3    – Lançando as informações no gestor.
4.2.4    – Check list das atividades semanais.
4.2.5    – Prática em grupo.

5.    METODOLOGIA:
5.1    – Dinâmica de Grupo e aula expositiva Prezi.
5.2    – Apresentação de vídeos motivacionais.
5.3    – Trabalho prático.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

7 passos - O Círculo do Sucesso !

Uma dica que vale ouro!
Aplicar o "Círculo do Sucesso" na vida pessoal é uma enorme garantia de melhoria de performance para o alcance de resultados positivos.
Entendimento:
Escolha um caminho, uma meta a ser alcançada e aplique esta ferramenta. Os resultados vão acontecer e irão te surpreender!
Quer iniciar um projeto de começar a poupar? Criar um plano de investimentos? Quer eliminar suas dívidas? Comece já!
Objetivo: Começar a criar reservas.
Estratégia: Algumas perguntas se fazem necessárias nesta etapa para definir a melhor estratégia diante do seu objetivo. Porque devo e quero criar reservas? É para quitação de dívidas? É para criar opções de investimentos? É para a criação do "colchão de segurança"? É para um plano de estudos para os filhos? É para a troca de um veículo? É para a conquista de um imóvel?
Plano de ação: Diante do objetivo que é criar reservas e foi identificado que a estratégia é para a quitação de dívidas se faz necessário traçar o plano de ação para isso. Algumas dicas são importantes, como: identificar as despesas pessoais ou da família que podem ser reduzidas ou eliminadas, mesmo que temporariamente. Criar mecanismos de substituição de produtos similares. Identificar um percentual (%) possível de sua renda para poupar e quitar as dívidas, renegociar as dívidas com juros mais altos, etc. Enfim, o plano de ação deve ser traçado, acompanhado e revisto quando necessário.
Execução: Iniciar a execução do plano de ação imediatamente, utilizando elementos fundamentais para isto : Motivação - Iniciativa - Capacidade de realização.
Avaliação: Avaliar periodicamente é essencial para a satisfação e conquista dos resultados. Esta frequência de avaliação pode ser definida de acordo com a necessidade e intensidade do objetivo identificado.
Correção: Feita a avaliação periodicamente, a identificação de problemas surgidos durante a execução do plano de ação favorece a correção de metas e direção do caminho a ser seguido.
Resultados: Comemore, vibre, compartilhe as suas conquistas e parabéns!

Agora é aplicar o "Círculo do Sucesso" novamente para uma nova conquista!!!

Esta dica vale ouro! 

Quer saber mais, continue nos acompanhando e curtindo!

Att.

Emerson Santana
Texto/Opinião: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company 

Pensando em financiar um carro?

A troca de um veículo é um momento sempre muito aguardado, cercado por muitas expectativas e dúvidas. As expectativas são sempre cercadas pelo desejo de ser ter um veículo mais novo, maior, um modelo atualizado com mais itens de segurança, recursos tecnológicos e claro, mais conforto do que aquele que um dia foi o objeto de consumo mais desejado. As dúvidas parecem menores diante de tantas expectativas, mas são as que podem trazer a maior dor de cabeça. Não planejar a troca do veículo pode induzir o comprador a armadilhas que geralmente ele não irá escapar, deixando o desejo e merecimento falar mais alto, além, é claro, das taxas de financiamento. E aí é onde mora o grande perigo, pois do outro lado estão as montadoras que investem no apelo ao consumo cada vez maior, vendedores bem treinados e financeiras sedentas pelos juros da operação. Diante deste cenário, o comprador será uma presa fácil e com grandes problemas futuramente.
Mas, se o planejamento não foi feito da maneira correta e o prazo encurtou diante da “necessidade e oportunidade”, não resta outro caminho que não seja o financiamento. É exatamente neste momento que o “ilusionismo das taxas” entra em jogo.   
Vejamos a simulação atual fornecida pela instituição financeira:
A gerente do banco informou a taxa ao cliente sendo de 1,5% ao mês, já com o discurso que é “a melhor taxa do mercado”. Em termos nominais, a taxa é atraente e realmente parece ser um bom negócio, principalmente diante da magia oferecida entre o valor solicitado pelo cliente e o que a instituição de fato quer vender. O cliente solicitou um montante de R$ 20.000,00 (vinte mil Reais) e prontamente entrou o jogo do ilusionismo.
1 A financeira oferece o valor solicitado e um valor superior Não por um acaso é oferecido um valor superior e condições de parcelamento mais favoráveis, diante da solicitação inicial do cliente. Caso o cliente caia na tentação de comprar um veículo com “características melhores” ao que ele deseja, o dinheiro disponível já estará ao seu alcance.
2 Condições de parcelamento As condições de parcelamento ofertadas do valor superior serão sempre melhores que a da solicitação inicial.
3 Taxa informada e PMT (parcelas) A instituição informa a taxa do financiamento e o valor das parcelas. É exatamente no montante das parcelas que as “tarifas ocultas – TAC – Seguro Prestamista – outros serviços” estarão inseridas no financiamento, onde haverá uma divergência da taxa informada para a taxa real praticada.
4 A ilusão do valor da prestação Na sugestão apresentada, o valor inicialmente solicitado possui o menor prazo e a maior prestação. Isso claramente induz o consumidor a imaginar que tendo um valor maior disponível será mais vantagem, pois o prazo em 48 vezes e a menor prestação de toda a simulação lhe trará um alívio maior.
5 O total de juros a ser pago Saber exatamente o quanto de juros será pago na operação de financiamento, auxilia o consumidor a tomar a melhor decisão. Na simulação apresentada, o que parece inicialmente ser um benefício se torna uma grande perda financeira.
Fica a dica! Diante deste cenário, sem o planejamento ideal e não tendo outra escolha que não seja o financiamento, a melhor opção seria o valor do financiamento de R$ 20.000,00, em 24 parcelas (PMT). Mesmo sendo a taxa real a maior da simulação, assim como a prestação, o montante de juros a ser pago no final será muito inferior diante da suposta melhor oferta, podendo resultar numa economia de juros a ser pago de R$ 7.678,16 (sete mil seiscentos e setenta e oito Reais e dezesseis centavos).
Att.

Emerson Santana
Texto/Opinião: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company 

quarta-feira, 11 de abril de 2018

IDP - Índice de Desempenho Pessoal


O IDP é um poderoso instrumento de gestão. Através da apuração das informações, este indicador auxilia o gestor na compreensão, avaliação e tomada de decisões em relação à equipe de trabalho. Esta ferramenta pode ser desenvolvida de acordo com a necessidade e pontos críticos de controle por parte do gestor, sejam eles, de comportamento, financeiros ou operacionais. Esta ferramenta contribui inclusive na elaboração de critérios para determinar a política de bonificação das equipes. Estabelecer bonificações sem critérios, pode se tornar um peso financeiro para a empresa e sem os resultados esperados. Com este indicador e a ferramenta certa para o controle, o gestor pode acompanhar a sua equipe mais de perto e em questões pontuais como:
1 Uniformes e apresentação pessoal O acompanhamento da utilização dos uniformes e apresentação pessoal diariamente é um grande desafio para o gestor. Neste acompanhamento pode ser observado itens como calça, camisa, calçado, crachá, cabelos, barba, acessórios, higiene pessoal, dentre outros. Pontuar estes indicadores traz a tranquilidade necessária para gerir e orientar a equipe, afinal, o não cumprimento das regras irá impactar no recebimento das bonificações oferecidas ou até mesmo na imagem de excelência almejada pela empresa.

2 Comportamento da equipe diante dos clientes O atendimento é considerado o ponto chave na captação de bons clientes para empresa, assim como a garantia da manutenção de um bom faturamento. Porém, o acompanhamento da satisfação do cliente durante o tempo em que ele estará convivendo com os colaboradores da empresa se faz necessário, pois esta relação pode apresentar pontos frágeis e resultar em distrato de contratos ou até demandas judiciais.
3 Otimização, limpeza e manutenção preventiva da frota A utilização de uma ferramenta de controle destas informações financeiras e operacionais de cada instrutor e seu instrumento de trabalho, possibilita ao gestor mensurar, acompanhar a equipe e manter o objetivo maior que é a excelência na prestação dos serviços.
4 Departamento Pessoal Outro instrumento de análise e que compõe a formação do IDP está diretamente ligado às informações do Departamento Pessoal; como faltas, assiduidade do funcionário e pontualidade.
Definido os critérios de avaliação e acompanhamento, uma política justa de bonificação pode ser aplicada. Desta forma, o IDP irá demonstrar mensalmente os índices individuais de aproveitamento e comprometimento de cada colaborador. Estes índices podem ser classificados como; insuficiente, razoável, satisfatório e excelente. Diante destas informações, o gestor poderá tomar decisões mais assertivas em prol da empresa.

Att.

Emerson Santana
Texto/Opinião: Emerson Santana.
* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão em Finanças  pela UFSJ- São João Del Rei/MG
* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG
* Consultor Administrativo e Financeiro
* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar
* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company 

Continue nos visitando